Minha agenda na Bienal do Livro de São Paulo

Oi, gente! A Bienal do Livro de São Paulo começa hoje e eu chegarei na capital paulista amanhã de tarde. Estou super ansiosa para encontrar com vocês!

Confira abaixo meus horários oficiais (mas lembrando que para quem não estiver na Bienal nesses dias, só entrar no meu twitter que irei avisar onde estarei nos outros dias!):

Babi_Bienal-NOVO

Meu twitter. Twitter de SAN. Página de SAN no facebook.

Mais informações sobre a Bienal do Livro de São Paulo no site oficial.

 

por Babi Dewet. Mora no Rio de Janeiro, é autora do livro Sábado à Noite, formada em Cinema, professora, Galaxy Defender, Jedi, Sonserina, fã de Kpop, empresária neurótica, amante de séries de TV coreanas e filmes bobos americanos.
Booktrailer de “Sábado à Noite 3 – Com amor e música”

Sim, é o final da minha trilogia! E meu coração está apertado de ansiedade e felicidade e ansiedade e felicidade etc. etc. etc.!
Ontem, durante o bate-papo no twitter (adorei as perguntas de vocês! <3), liberei o booktrailer de Sábado à Noite 3 – Com amor e música. Estou aqui que nem doida dando F5 para saber a reação de vocês! Ficou incrível e até eu participei!

Obrigada a todos meus amigos e aos leitores que me acompanharam até aqui. É o fim de SAN, mas a nossa parceria será eterna. Um beijo especial pro Ricardo Araripe, melhor diretor do mundo, que tem toda a paciência de arrumar cada coisinha e de não gritar (mentira, ele grita) quando a gente começa a rir enquanto está gravando. Pedro Bricio, pela companhia e apoio, a Gui Liaga, por nos manter na linha mesmo quando queremos filmar com unicórnios, Sarah Dianovsky, por sempre me deixar bonita, e ao Arthur Bisbocci, por estar ao meu lado sempre. Aos meus amigos que toparam atuar, nada será suficiente para agradecer. Obrigada, Pedro Pereira e Brenda Dewet! Melhor #Dananda ever!

SAN3 será lançado pela Generale na Bienal de São Paulo. Em setembro deverá chegar em todo o país. Adicione no skoob.

por Babi Dewet. Mora no Rio de Janeiro, é autora do livro Sábado à Noite, formada em Cinema, professora, Galaxy Defender, Jedi, Sonserina, fã de Kpop, empresária neurótica, amante de séries de TV coreanas e filmes bobos americanos.
Resenha de “A Ameaça Invisível”, de Bárbara Morais

Aviso: esta é uma resenha do segundo volume da trilogia Anômalos. Se você ainda não leu A ilha dos dissidentes (veja a resenha aqui), poderá conter spoilers. :)

A editora Gutenberg me enviou uma cópia de A Ameaça Invisível, segundo volume da trilogia Anômalos, da fofamaravilhosalindauiui Bárbara Morais (ou Bell como é mais conhecida). Eu estava louca para saber a continuação depois daquele final surpreendente de AIDD! E não me decepcionei.

Capa A ameaça invisívelA primeira parte da história não tem muita ação, alguns podem achar ruim, mas eu entendi que faz parte da apresentação do universo e até para o leitor ver como a Sybil está lidando com tudo o que aconteceu na missão da ilha dos dissidentes. Ela sofreu muito, mais do que já havia sofrido quando morava em Kali, pois agora ela tem uma família de verdade  e pessoas que ama. E não há nada pior quando as pessoas importantes para nós estão correndo perigo e você precisa ir contra o que acredita para garantir a segurança delas.

Não bastasse a campanha eleitoral do Senado, onde Sybil terá um papel importante entre a disputa de Fenrir (adorei saber a curiosidade do sobrenome dele) e o Almirante Klaus, os humanos estão cada vez mais mostrando que viver em paz com os anômalos é só uma cortina de falsidade: na verdade, a maioria não suporta dividir o planeta com os mutantes. É aquela velha história de temer o desconhecido e não confiar em estranhos, afinal aquele anômalo pode explodir um prédio todo só com o poder da mente ou coisa parecida.

Mas o legal do universo criado pela Bells, que há sim pessoas com poderes perigosos, mas a maioria dos anômalos possuem anomalias brandas, como só respirar embaixo da água ou aquecer objetos com o toque. Só que, como vimos em AIDD, Sybil ainda não conhece todo o seu poder, e achei muito bem feito esse desenvolvimento da protagonista em tentar descobrir o que ela realmente pode fazer. Sybil precisa de todos os fatos para chegar a uma conclusão, ela não é uma garota precipitada, e mesmo que desconfie das coisas, ela aguarda para ver o cenário todo. Talvez seja por isso que a trama evolua com o tempo, deixando toda a confusão para o final.

E que final! TIROPORRADAEBOMBA! Revelações, intrigas e suspense tudo junto e jogado assim na cara do leitor! É impossível largar o livro nas últimas páginas e você fica pensando “Nossa, falta pouco pra acabar e eu tenho tantas perguntas, por favor não deixe pro livro 3!!!”. E aí é coração partido. Pobre, Sybil.

Alguns personagens secundários do primeiro livro aparecem muito mais nessa continuação. Destaque para o Áquila, filho do Fenrir, e seu olhar psicopata. É errado shippar ele com a Sybil? HAHAHA Mas aí tem o Andrei, super fofo e companheiro. Ele e Leon garantem boas risadas. A relação dele com a Sybil é bem explorada e os leitores irão adorar. Mas a minha paixão mesmo é pelo Tomás, o irmão adotivo da Sybil. Ele é um amorzinho e faz com que a história seja mais real e crível. Ele é o elo que faz a Sybil ser humana e ter sentimentos concretos.

quote_01

Então, leitores, tirem suas roupas amarelas do armário, porque agora a coisa está tensa na União. Os anômalos vão perder seus direitos e uma guerra está surgindo aí! De que lado vocês ficarão?

A Ameaça Invisível é um lançamento da editora Gutenberg. Adicione no skoob.

por Babi Dewet. Mora no Rio de Janeiro, é autora do livro Sábado à Noite, formada em Cinema, professora, Galaxy Defender, Jedi, Sonserina, fã de Kpop, empresária neurótica, amante de séries de TV coreanas e filmes bobos americanos.
Kiera Cass lançará mais livros de “A Seleção”‘

Os livros da história de America Singer eram uma trilogia, certo? Pois agora não são mais! A autora Kiera Cass revelou que fará mais dois livros sobre a queridinha de Illéa, além de mais dois contos: The Queen (sobre a Rainha, mãe de Maxon, que será lançado em dezembro) e The Favorite (sobre a melhor amiga da Meri, Marlee).

O  quarto livro da série se chamará The Heir (O Herdeiro) e tem previsão de lançamento para maio de 2015. Ainda não se sabe sobre o quinto volume e talvez último (ou será que vão aumentar ainda mais?).

A trilogia que não é mais trilogia A Seleção foi lançada aqui no país pela editora Seguinte e também já possui dois contos: O Príncipe (visão do Maxon) e O Guarda (visão do Aspen).

Abaixo um vídeo que a autora postou contando as novidades (em inglês):

Que venham mais livros com aquelas capas lindaaaaaaaas e vestidos escandalosoooos! <3

por Gui Liaga. Jornalista, publisher e agente literária. Darth Vader da SAN Crew, Grifinória/Corvinal, Distrito 4, Wolfpack, Vulcan e DarkSide. E alguém que não entende nenhuma espécie de preconceito, principalmente literário.