Resenha – Diário de uma Garota nada Popular

Começo alertando que esse livro é uma gracinha e que você não vai querer parar de ler – ele causa dependência. A princípio ele foi escrito para a mesma faixa etária de Diários de um Banana, onde a personagem principal tem quatorze anos e passa por diversas atribulações no colégio, indagando sobre popularidade, amigos, auto descoberta, etc. Mas mesmo assim, eu com meus vinte e quatro anos, fiquei presa à história e queria saber como iria terminar, o que estava acontecendo, etc. Fora que, os desenhos internos de como se fosse um diário super criativo e a forma como foi escrito, deixa o livro super leve, jovem e divertido. A linguagem é super atual, cheio de referências à cultura pop.

Nikki Maxwell é recém chegada no novo colégio, graças a uma bolsa de estudos, já que sua família não poderia pagar. Seu drama começa quando ela percebe que, para ser da panelinha das “populares GDPs” precisaria de um novo celular – e que não tem dinheiro pra isso, já que sempre gasta suas economias em aulas de arte. Enquanto isso, sem amigos, ela tenta chamar atenção da menina mais popular do colégio, Mackenzie, e quando é proposto um concurso de arte a história toda começa a mudar. Nikki, com vergonha, acaba se inscrevendo pra trabalhar na biblioteca e conhece duas meninas que vão mudar o curso do que ela pensa ser popularidade e amizade.

O livro já é um best seller e é super indicado pra quem quer ler algo leve ou para leitores mais novos, que estão começando a leitura. Eu garanto que não vão se arrepender, já que os temas abordados por Rachel Renée Russel, a autora da história que a escreveu para sua filha que também se chama Nikki, são atuais e modernos – temas que, com certeza, muita gente já enfrentou.

Diário de uma Garota nada Popular – Histórias de uma vida nem um pouco fabulosa, é lançamento da editora Verus, parte do Grupo Editorial Record e está à venda em todas as livrarias.

Os comentaristas desse post estarão concorrendo a um bottom esclusivo do livro!

por Babi Dewet. Mora no Rio de Janeiro, é autora da trilogia de livros Sábado à Noite, formada em Cinema, Galaxy Defender, Caçadora de Sombras, Jedi, Sonserina, fã de Kpop, empresária neurótica, amante de gatos, doces, fanfics, séries de TV coreanas e filmes bobos americanos.

56 comentários

  1. Bih disse:

    GENTE ESSE E O 2 O 1TEM CAPA ROXA

  2. juh disse:

    nao na verdade o 1 tem capa rosa eo 2 tem capa roxa

  3. Laa' disse:

    vlh, nao foi essa mulher que fla é?? hsuahsua
    é de rachell renee russo hsuahas
    desculpa ai genti hsuahusa/
    Laa’ postado recentemente…Photo

  4. Rissia Ribeiro disse:

    ahhhhhhhhhh a capa e tão fofa ! adorei a resenha ! *O*

  5. Maria Clara disse:

    Eu tenho esse livro

  6. Pamela Lima disse:

    Esse livro é gracinha mesmo!
    E no mês passado chegou as livrarias o terceiro volume da série.

    ^>^

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Powered by sweet Captcha

CommentLuv badge