Divulgada a capa e título da sequência para “A Seleção”, de Kiera Cass

[SPOILER para quem não leu o último livro de A Seleção!]
Em agosto a gente ficou sabendo que a trilogia A Seleção, da fofa Kiera Cass lançado pelo selo Paralela da Companhia das Letras, não seria mais uma trilogia. Dois novos livros estão à caminho, começando com The Heir (A Herdeira), que tem previsão de lançamento lá fora no começo de maio de 2015 – sem previsão por aqui. O quinto livro ainda não tem título ou data divulgados. Hoje a EW liberou, com exclusividade, a capa de The Heir, que é completamente linda!

The-Heir_612x925

Você pode assistir ao vídeo do making of da capa clicando aqui.
A sinopse oficial divulgada é: “Vinte anos atrás, America Singer entrou na Seleção e ganhou o coração do Príncipe Maxon. Agora chegou a vez para a Princesa Eadlyn ter sua própria Seleção. Eadlyn não espera que seja nada como a história de amor de contos de fadas que seus pais tiveram. Mas assim que a competição começa, ela pode descobrir que encontrar seu próprio final feliz não é tão impossível quanto ela pensa.” Animados?

CADÊ NO BRASIL, GENTE? #jáquero #amoaseleção #eadlynídola

por Babi Dewet. Mora no Rio de Janeiro, é autora da trilogia de livros Sábado à Noite, formada em Cinema, Galaxy Defender, Caçadora de Sombras, Jedi, Sonserina, fã de Kpop, empresária neurótica, amante de gatos, doces, fanfics, séries de TV coreanas e filmes bobos americanos.
Kiera Cass lançará mais livros de “A Seleção”‘

Os livros da história de America Singer eram uma trilogia, certo? Pois agora não são mais! A autora Kiera Cass revelou que fará mais dois livros sobre a queridinha de Illéa, além de mais dois contos: The Queen (sobre a Rainha, mãe de Maxon, que será lançado em dezembro) e The Favorite (sobre a melhor amiga da Meri, Marlee).

O  quarto livro da série se chamará The Heir (O Herdeiro) e tem previsão de lançamento para maio de 2015. Ainda não se sabe sobre o quinto volume e talvez último (ou será que vão aumentar ainda mais?).

A trilogia que não é mais trilogia A Seleção foi lançada aqui no país pela editora Seguinte e também já possui dois contos: O Príncipe (visão do Maxon) e O Guarda (visão do Aspen).

Abaixo um vídeo que a autora postou contando as novidades (em inglês):

Que venham mais livros com aquelas capas lindaaaaaaaas e vestidos escandalosoooos! <3

por Gui Liaga. Jornalista, publisher e agente literária. Darth Vader da SAN Crew, Grifinória/Corvinal, Distrito 4, Wolfpack, Vulcan e DarkSide. E alguém que não entende nenhuma espécie de preconceito, principalmente literário.
Paralela lançará série inspirada em integrantes do One Direction

Quem nunca sonhou em passar uma noite com Harry Styles?” Essa é a chamada do email que a editora Paralela (selo da Cia das Letras) enviou para a mídia divulgando seu novo prometido sucesso de outubro. E, admito, eu já quero ler!

"One Direction: This Is Us" New York Premiere - Arrivals

A Editora Paralela lançará, em outubro, no Brasil o novo fenômeno do mercado editorial internacional: a série Depois, que se inspira nos integrantes da banda de maior sucesso da atualidade, a One Direction, com 5 milhões de discos vendidos e turnês com shows superlotados no mundo todo.

Depois, escrita pela americana Anna Todd, atingiu a inacreditável marca de 800 milhões de leituras na internet, onde foi publicada como fanfic – um texto de ficção escrito por uma fã em homenagem a um ídolo (o megassucesso 50 tons de cinza foi escrito originalmente nesse formato por E.L. James e meus livros, Sábado à Noite, também!).

Os três livros narram a paixão fulminante de Tessa, uma garota até então superdedicada aos estudos e certinha, pelo bad boy inglês Harry, personagem baseado em Harry Styles, cantor do grupo britânico. O primeiro volume será lançando no Brasil na mesma época do americano.

Os outros integrantes do One Direction – Niall, Liam, Zayn e Louis – também ganharam personagens com seus nomes. Moradora de Austin, Texas, e apaixonada pela banda, Anna começou a escrever sobre a história apaixonante de Tessa e Harry no Wattpad, plataforma de leitura que virou febre nos EUA.

O início da série Depois mostra Tessa, de 18 anos, saindo da casa da mãe para ir para a faculdade. Até então, sua vida se resumia a estudar e ir ao cinema com o namorado doce que conheceu ainda criança. Ela divide um quarto com uma amiga festeira e, no primeiro dia de aula, conhece Harry, um jovem rude, tatuado e com piercings, que implica com seu jeito de garota certinha. Logo, no entanto, os dois se envolvem e Tessa, descobre novos desejos. Harry revela seu passado cheio de fantasmas e Tessa precisa decidir se deve se arriscar por esse amor intenso e avassalador. Uma coisa é certa: depois de Harry, Tessa nunca mais será a mesma.

Não se tem nenhuma notícia sobre pré-venda ou capa oficial nacional, estamos aguardando!

por Babi Dewet. Mora no Rio de Janeiro, é autora da trilogia de livros Sábado à Noite, formada em Cinema, Galaxy Defender, Caçadora de Sombras, Jedi, Sonserina, fã de Kpop, empresária neurótica, amante de gatos, doces, fanfics, séries de TV coreanas e filmes bobos americanos.
Resenha de “A escolha”, Kiera Cass

aesvcA trilogia “A seleção” me causa diversos sentimentos conflituosos. Eu até hoje não sei se adoro ou detesto. Mas a verdade é que na categoria distopia, os livros deixam muito a desejar e apresentam buracos grandes e feios. Sem falar em soluções bobas e óbvias. Você passa o tempo todo esperando a guerra, a porradaria, a confusão e NADA. Contudo, no quesito romance é surpreendente como a história te prende. Não saber o destino amoroso de America e torcer por ela ou pela sua candidata preferida durante a seleção! E as capas? EU AMO ESSAS CAPAS E ESSES VESTIDOS!

Em A escolha, finalmente o leitor saberá quem America escolherá. Além de acompanhar o drama da Cinco no preparo de ser uma dama e, quem sabe, futura rainha. A competição está acirrada e quem poderia ser amiga pode ser inimiga e vice-versa. Maxon também aparece mais e sua vida no palácio não é nem um pouco fácil. Com o rei tirano, o príncipe percebe que pode lutar por seus objetivos se tiver o apoio fundamental, o que podemos ver em America. Mas a ruiva não sabe se nasceu para comandar, ela só quer ser livre. Algumas cenas são mais fortes e, na minha opinião, foram mal desenvolvidas (Paige sumiu do nada?!). O drama familiar de America poderia ter sido mais profundo, mas não quero dar maiores spoilers. Aspen também está lá, com as convicções equivocadas e esperando o perdão do amor de sua vida, enquanto passa os dias vendo America de gracinha com o príncipe.

Talvez o problema seja nas personagens principais. Eu gosto de todos e acho todos uns chatos. Ninguém sabe o que quer e, quando se decidem, arranjam empecilhos. Mas durante esse livro as trocas entre Maxon e America rende bons diálogos, embora os dois sejam imaturos e cheios de vontade. Como existem apenas quatro garotas, dá para conhecer melhor cada uma e CELESTE É PURO AMOR! Acompanhar a evolução do caráter e das ideologias da America é o ponto mais interessante. Ela não é uma badass, mas não faz a ingênua. E é bastante autêntica – o que falta no príncipe, mas que ele aprende com ela.

Como o enredo é confuso e com cenas desconexas, vamos rever personagens antigos e conhecer novos, mas nenhum consegue se fixar. Eu já esqueci da metade e isso é péssimo para um livro. Esperava mais da trilogia e desse desfecho. Não é nada surpreendente, mas algo faz você ler direto, sem interrupções. Espero que vocês gostem mais que eu.

ESSES VESTIDOS DESSAS CAPAS!! SAPOSKAPSIKAOPSKAA

A escolha é lançamento da Seguinte. Adicione no skoob. Saiba onde comprar.

por Gui Liaga. Jornalista, publisher e agente literária. Darth Vader da SAN Crew, Grifinória/Corvinal, Distrito 4, Wolfpack, Vulcan e DarkSide. E alguém que não entende nenhuma espécie de preconceito, principalmente literário.