Novos capítulos

Terminando o segundo capítulo para a atualização de SANIII. Uma espiadinha?

“O local começava a ficar vazio e, meio de longe, Harry só via agora o amigo de costas com as mãos nos bolsos da calça, parado, olhando estarrecido para o grande buraco onde o ônibus estivera momentos antes. Harry checou o horário. Eram quase dez e meia. Não sabia se viria outro ônibus depois daquele e se sentiu triste por ele. Era uma cena triste. O amigo murchava a olho nu, como alguém que perde as esperanças. Harry se levantou vendo que só sobraram os dois perto da plataforma e andou até onde o outro estava. Colocou a mão em seu ombro, apertando de leve, mostrando que estava ali. Não iriam embora.”

Ai, ai…

por Babi Dewet. Mora no Rio de Janeiro, é autora da trilogia de livros Sábado à Noite, formada em Cinema, Galaxy Defender, Caçadora de Sombras, Jedi, Sonserina, fã de Kpop, empresária neurótica, amante de gatos, doces, fanfics, séries de TV coreanas e filmes bobos americanos.
Reviews e Mural

Só avisando que o resultado da promoção que fiz do livro de Sábado à Noite (uma review para ir pro livro!) vai demorar um pouquinho pra sair. Por quê? Porque recebi vários emails ótimos, lindos, com textos super legais e a galera aqui tá verificando ainda os melhores pro livro. Então tenham paciência comigo!

Como exemplo de reviews super fofas, vou mostrar pra vocês a da Amanda Barros:

“Sábado à Noite é uma história completamente diferente dos livros adolescentes atuais. Tem uma linguagem divertida, faz com que o leitor sinta-se dentro da historia. Conta a vida de Amanda, uma garota que vai a escola, sai com as amigas e tem seus conflitos como qualquer outra, a não ser pelo maroto problema que insiste em atormentar seu pensamento dia e noite. Apesar de pequena, a cidade de Sábado à Noite é muito agitada pelo pessoal do colégio. Com certeza você vai se apaixonar pelas histórias e loucuras de Amanda e seus amigos, como eu fiz.”

Muito obrigada mesmo, gente, por todo esse apoio e carinho! Adoro conversar com vocês por Twitter e assim que tiver mais tempo vou tentar entrar mais no MSN! Não desistam de mim haha…

Só avisando também que o menu “Outros” está no ar, ainda com apenas o link do Mural de Recados. Então se quiserem passar lá pra falar qualquer coisa, deixar uma mensagem, etc, sintam-se à vontade! =)

beijos

ps: Caio mandou um beijo aqui pras meninas, então sejam legais com ele e mandem beijos de volta! Hahaha!

por Babi Dewet. Mora no Rio de Janeiro, é autora da trilogia de livros Sábado à Noite, formada em Cinema, Galaxy Defender, Caçadora de Sombras, Jedi, Sonserina, fã de Kpop, empresária neurótica, amante de gatos, doces, fanfics, séries de TV coreanas e filmes bobos americanos.
Playlist de SAN

Boa noite, gente!

Começando o post respondendo as perguntas da Camila Viana: Vão ser 3 livros de SAN ou vai ser toda a história em apenas um? E tem previsão de lançamento?

O primeiro livro, Sábado à Noite, conta a história que está na primeira parte da fanfic. As outras duas partes, quem sabe, um dia poderão ser lançadas em livro também.
A previsão de lançamento é entre Janeiro e Fevereiro de 2010, já que estão sendo feitos os ajustes para edição e impressão agora, em Dezembro.

Qualquer coisa só deixarem comentários aqui ou enviar email ok?

O foco principal desse post, porém, são as músicas que me inspiraram na composição final da fanfic para o livro de SAN. Essas canções e letras todas têm ligações com os personagens, cenas e situações descritas na história. Deixe todos os problemas e afazeres de lado por alguns minutos e perca um tempo ouvindo um pouco delas para lembrar quando tiver o livro em mãos!

Playlist de Sábado à Noite I:

1 – Grand Theft Autumn/Where Is Your Boy – Fall Out Boy (letra)
2 – I Wanna Hold You – McFLY (letra)
3 – Stacy’s Mom – Fountains Of Wayne (letra)
4 – Wear Me Down – Son of Dork (letra)
5 – Scotty Doesn’t Know – Lustra (filme Eurotrip) (letra)
6 – She Left Me – McFLY (letra)
7 – What Do You Want From Me – Forever The Sickest Kids (letra)
8 – Everything Sucks (When You’re Gone) – MXPX (letra)
9 – Don’t Cha – The Pussycat Dolls (letra)
10 – World Of Our Own – Westlife (letra)
11 – You Give Me Something – James Morrison (letra)
12 – Broccoli – McFLY (letra)
13 – Hallelujah – Rufus Wainwright (letra)
14 – You Said No – Busted (letra)
15 – Too Close for Comfort – McFLY (letra)
16 – All My Loving – Beatles (letra)
17 – Almost Here – Brian McFadden e Delta Goodren (letra)
18 – Little Things – Son of Dork (letra)
19 – That Girl – McFLY (letra)

E aí, o que acham? Qual música faz você lembrar de Sábado à Noite?

por Babi Dewet. Mora no Rio de Janeiro, é autora da trilogia de livros Sábado à Noite, formada em Cinema, Galaxy Defender, Caçadora de Sombras, Jedi, Sonserina, fã de Kpop, empresária neurótica, amante de gatos, doces, fanfics, séries de TV coreanas e filmes bobos americanos.
Falando mais de SAN

Hoje, ainda, vou colocar a parte “Fanfic” do menu online. Estou separando as minhas fanfics (e arrumando script porque ninguém merece erros de português abismais de anos atrás) e já colocarei com os links direto do Fanfic Addiction.

O livro de SAN deve terminar a revisão na semana que vem e logo depois vai pra gráfica. O desenhista está rabiscando o desenho final da capa, então mal posso esperar pra conferir o que sai da cabeça do @rubensmaximus! Mais tarde vou tentar trazer mais dos desenhos de SAN que ele fez, eu prometo!
E o resultado da promoção pro livro, pra ter sua review lá registrada pra todo sempre (soa dramático, mas é lol) sai no final de semana. Estou lendo, relendo e avaliando porque tooodos vocês foram lindos e criativos e eu fico muito emocionada de ver que Sábado à Noite foi tão importante pra vocês quanto foi e é pra mim.

E, com isso, vou responder algumas coisinhas que me perguntaram no Twitter (e como eu falo demais por lá, melhor usar por aqui mesmo).
Sábado à Noite se formou como idéia quando estava na casa da Naka, há quatro anos, pensando em histórias como a gente sempre acabava fazendo. Era se juntar que a gente bolava uma novela melhor que a outra. E foi nisso – depois de ver “O Homem da Máscara de Ferro” e ler “Harry Potter” – que a imagem da última cena da parte I me veio à cabeça. Era como sonho, não sei se me entendem. Eu ouvi “She Left Me“, do McFLY, e a cena de um mascarado descendo do palco, dramaticamente, com a multidão abrindo passagem, e uma menininha de vestido salmão chorando – muito! – ao ver que era em direção à ela, se formou. Eu não conseguia esquecer as expressões deles dois. Era como se fosse real, de verdade.
E então eu sentei e escrevi esse final.

A @SweetCoconutQn me perguntou no Twitter quais foram minhas inspirações pra compôr os personagens.

Eu tenho amigos muito protetores como o Bruno, melhor amigo de Amanda, que era representado pelo Harry na fanfic. A personagem principal, no livro (Amanda), não sou eu ou meu alter ego. Ela é uma adolescente confusa, perdida, como muitas que eu tive prazer de conhecer pela minha vida. Acho que ela representa essas pessoas todas: todas essas meninas que precisam tomar grandes decisões sendo adolescentes; que precisam encarar novidades; que precisam lidar com as pessoas todos os dias e simplesmente não sabem fazer isso. São garotas muito fortes, isso te garanto. Porque lutar consigo mesmo é difícil – e acho que compartilhar essa experiência com a personagem vai ser muito legal pra muita gente.
Os garotos do McFLY são quase um retrato do que alguns dos meus amigos são. Talentosos, brincalhões, sem noção, engraçados e nerds. Mas da fanfic para o livro eu não consegui me livrar do personagem “Danny”. Acho que o fato de todo o personagem principal ser focado no Daniel Jones, do McFLY, não me deu outra escolha. Eu não conheço ninguém como ele. Algumas atitudes sim – conheço até demais. Daniel é como muitos garotos que conheci e conheço, em vários aspectos. Mas eu não tenho como me livrar dele! Como eu poderia?
Mesmo só tendo encontrado o real “Danny Jones” uma vez na minha vida, em uma entrevista não muito pessoal, eu posso dizer que ele exala essa sensação de ser tão feliz quanto ele é triste (e bonitão, cheiroso e panz, não entremos no mérito!). Por mais estranho que isso vá soar. Sabe o tipo de pessoa que te faz rir horrores e de repente, quando você olha pelo canto do olho, ele está encarando os pés?
Achei que meu Daniel foi bem fiel à minha inspiração.
A Carol, na sua fanfic é a ex namorada do Harry, foi muito baseada na Naka, minha amiga dos tempos de criação do McFLY Addiction. Ela sempre foi “a mais paty” da galera. Não é chata e nem metida como a personagem é, mas alguns dos trejeitos tiveram ela como inspiração.
A Guiga, a sua quarta amiga na escolha do script, não tem nada a ver com minha amiga Gui de verdade. Talvez uma coisa ou outra – as duas são ótimas amigas e loucas pra quebrar algumas regras, mas foi inspirada no início pela Nica, também da formação principal do Addiction, que sempre foi uma pessoa apaziguadora, tranquila e que sempre ficou pra observar tudo.

A Maya é a @mayaddiction. Eu te juro, tudo nela faz jus à personagem. A Maya é fã do Dougie, então pra mim não existiria dupla mais diferente que os dois. Por isso é meu casal “Doce de Coco” na história original. Se o Dougie (como o último McFLY que você vai digitar no script da fic) parece meio engraçadinho, a Maya é totalmente brutal com romances e relacionamentos. Sempre cito quando a gente chega pra ela dizendo “Que saudade, amiga!” e ela dizia “Legal, mas sabe aquele vídeo que mostrei?” haha. Hoje ela até já disse que me ama (te amo também, amiga!), mas nunca vai deixar de ser a doce de coco mal humorada e ranzinza que eu me inspirei. =)

Acho que vocês já estão cansados, né? O resto fica para uma próxima. Melhor eu parar de falar, senão isso aqui vira bagunça – ou um livro auto biográfico, já que quando começo eu não paro.

Qualquer coisa que queiram saber, deixem um comentário. Estou adorando a participação de vocês! Quase 200 visitas por dia! Obrigada mesmo, gente!

Beijos! xx

por Babi Dewet. Mora no Rio de Janeiro, é autora da trilogia de livros Sábado à Noite, formada em Cinema, Galaxy Defender, Caçadora de Sombras, Jedi, Sonserina, fã de Kpop, empresária neurótica, amante de gatos, doces, fanfics, séries de TV coreanas e filmes bobos americanos.